Intervençao em dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis sob uso de anticoagulante oral: experiência inicial

Intervençao em dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis sob uso de anticoagulante oral: experiência inicial

Authors

  • Bruno Papelbaum
  • Carlos Eduardo Duarte
  • Silas dos Santos Galvao Filho
  • José Tarcísio Medeiros de Vasconcelos
  • Luciene Dias

Keywords:

Marcapasso Cardíaco Artificial, Dispositivos de Terapia de Ressincronizaçao Cardíaca, Inibidores dos Fatores de Coagulaçao Sanguínea.

Abstract

INTRODUÇAO: O manejo de dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis em portadores de arritmias atriais ou outras condiçoes que demandem uso crônico de anticoagulante oral sempre gerou grande conflito nas cirurgias. Este trabalho traz a experiência da realizaçao de intervençoes com dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis em serviço especializado em arritmias cardíacas, apresentando resultados similares aos da literatura e que devem mudar paradigmas. MÉTODO: Realizamos intervençoes desde implante de marcapassos monocamerais até upgrade para marcapassos/cardiodesfibriladores multissítio em usuários de anticoagulantes orais, incluindo varfarina e os novos anticoagulantes orais ou de açao direta (dabigatrana, rivaroxabana e apixabana). As intervençoes foram realizadas por médicos experientes e todos os pacientes foram reexaminados 15 dias após a cirurgia para retirada dos pontos e revisao clínica e do dispositivo. RESULTADOS: Os procedimentos foram realizados em 20 pacientes, em 5 dos quais foi mantido o uso de anticoagulantes de açao direta. A ocorrência de hematoma na loja se deu em 3 pacientes (INR de 3,4 e 2,63 e outro com apixabana) e todos tiveram boa evoluçao após conduta expectante sem retirada do anticoagulante oral, com reabsorçao completa 30 dias depois. Naqueles em uso de varfarina, o INR médio foi de 2,85, sendo o menor de 2 e o maior, de 4,14. Em nossa série de casos conseguimos reproduzir dados do estudo BRUISE, que demonstrou diferença significativa na ocorrência de hematoma quando se adotou estratégia de intervençao realizando ponte com heparina. Em nossa série, 3 pacientes apresentaram hematoma, sem necessidade de intervençao (somente acompanhamento clínico) e sem aumentar o tempo de internaçao. Nossa série de casos incluiu os anticoagulantes de açao direta disponíveis no mercado. CONCLUSAO: Este trabalho traz dados similares aos dos grandes estudos, principalmente na questao de ocorrência de hematoma. Os resultados obtidos minimizam o papel temeroso do anticoagulante oral como causador de hematomas significativos que necessitem de drenagem/esvaziamento, e sugerem a realizaçao de cirurgias em dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis com manutençao da anticoagulaçao oral, especialmente nos casos de alto risco para tromboembolismo (> 5%).

Downloads

Download data is not yet available.

Published

17-10-2016

How to Cite

Papelbaum, . B., Duarte, . C. E., Filho, . S. dos S. G., Vasconcelos, . J. T. M. de, & Dias, . L. (2016). Intervençao em dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis sob uso de anticoagulante oral: experiência inicial: Intervençao em dispositivos cardíacos eletrônicos implantáveis sob uso de anticoagulante oral: experiência inicial. JOURNAL OF CARDIAC ARRHYTHMIAS, 29(2), 57–62. Retrieved from https://www.jca.org.br/jca/article/view/2340

Issue

Section

Original Article